Notícia - Senece - Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Ceará

Assembleia virtual de aprovação pela contraproposta acontece neste sexta (24)

 

 

O Sindicato dos Enfermeiros do Ceará conclama toda a categoria para a assembleia virtual de votação da contraproposta do PL 2564, apresentada pela Senadora Eliziane Gama, que acontece nesta sexta (24), às 15h30, na modalidade virtual.

A proposta estabelece a jornada de 30h semanais como base para o cálculo salarial. Prevê, ainda, correção anual pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), evitando a corrosão inflacionária.

🗣️ Convocamos a categoria do Ceará para participar!
🎯 Vamos construir juntos!

➡️ Manifeste seu SIM pela contraproposta
ou a permanência do valor!

 

Clique aqui e confira a emenda


🌐 Link da videochamada: https://meet.google.com/yej-snqu-sxp

#EnfermeirosNaLuta #AprovaPL2564 #Senece #Valorização! #30horasjá
https://www.instagram.com/p/CUFgKHpLV5K/?utm_medium=share_sheet

 

 

Nota de apoio à isonomia dos servidores municipais de Fortaleza

 

O Sindicato dos Enfermeiros do Ceará manifesta sua solidariedade aos servidores do nível médio da saúde de Fortaleza, ingressos no concurso de 2015, que estão pleiteando a defesa da isonomia no Programa de Educação Permanente aplicada a todos os servidores da Atenção Primária à Saúde, como previsto na portaria 1436/2019, da SMS.

A medida deve contemplar técnicos de enfermagem, auxiliares de saúde bucal e técnicos em higiene dental. A Educação Permanente é um direito do servidor e uma das formas de valorização por parte da gestão municipal. Desta forma,  os servidores estarão sempre atualizados e poderão contribuir significativamente para o aprimoramento dos serviços prestados à população, além de ampliar novos conhecimentos e o aperfeiçoamento no âmbito do trabalho. Valorizar Já!

Piso salarial para enfermagem chega a 1 milhão de apoios Fonte: Agência Senado

'

 

O projeto de lei que prevê um piso salarial para enfermeiros e técnicos e auxiliares de enfermagem da rede pública e privada, além de parteiras, chegou à marca de 1 milhão de apoios no Portal e-Cidadania, do Senado. Até as 8h desta segunda-feira, 1.000.941 pessoas haviam se manifestado favoráveis ao texto (PL 2.564/2020). A expectativa dos senadores é que a proposta possa ser inserida como prioridade na pauta de votações do Plenário.

Para a relatora da matéria, senadora Zenaide Maia (Pros-RN), é fundamental o reconhecimento desses profissionais que estão na linha de frente de combate à covid-19, inclusive agilizando o processo de vacinação em todo o país.

— Lutamos muito e o nosso desejo era aprovar esse projeto ainda no primeiro semestre, mas não foi possível, pois o PL não foi pautado. Espero sinceramente que na volta dos trabalhos esse projeto seja tratado como prioridade e entre na pauta de votações pela importância do trabalho dos profissionais de enfermagem que estão salvando vidas e arriscando a própria vida no dia a dia na linha de frente do combate ao covid  — disse à Agência Senado.

O autor da proposta, senador Fabiano Contarato (Rede-ES), acredita que o Congresso reúne condições para avançar em um acordo que viabilize a aprovação da matéria ainda este ano. Ele chegou a apresentar em Plenário, antes do recesso parlamentar, requerimento para votação da matéria em regime de urgência.

— Vamos entrar num consenso, da melhor forma possível, mas não vamos jogar esse PL 2.564 para as comissões. Vamos dar uma resposta altiva do Senado da República, reconhecendo o valor desses enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiros, que estão pagando com a própria vida para nos socorrerem — pediu ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, durante sessão Plenária no dia 13 de julho.

Segundo Contarato, o Brasil registra cerca de 2,4 milhões de profissionais atuando nessa área, com salário em torno de R$ 1,4 mil por 40 horas de trabalho por semana. Ele ainda advertiu que, durante a pandemia, 838 enfermeiros perderam a vida em razão da covid-19 e 57 mil foram contaminados pelo vírus. 

O texto — que chegou a ser incluído na pauta no primeiro semestre, mas teve a votação adiada devido à falta de acordo para a votação — institui o piso salarial nacional para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras. Pelo projeto, o piso para enfermeiros seria de R$ 7.315. As demais categorias teriam piso proporcional a esse valor: 70% (R$ 5.120) para os técnicos de enfermagem e 50% (R$ 3.657) para os auxiliares de enfermagem e as parteiras. Os valores são baseados numa jornada de 30 horas semanais e são válidos para União, estados, municípios, Distrito Federal e instituições de saúde privadas.

Fonte: Agência Senado

 

Subcategorias

Senece

Entre em contato conosco, escolha a forma de sua preferência

Senece - Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Ceará
Endereço: Av. Santos Dumont, 2626 - Centro | Fortaleza - CE
Salas: 202 e 203
Telefone: (85) 3224-2771
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Copyright© Senece 2015. Todos os direitos reservados.

Copyright (c) Site Name 2012. All rights reserved.